Associados aprovam resultados da Certel e da Certel Energia

01 de Abril
Hoerlle recebeu homenagem pelos 40 anos de Certel

Hoerlle recebeu homenagem pelos 40 anos de Certel


O Parque do Imigrante esteve movimentado na manhã do dia 31 de março, quando caravanas de diversos municípios dos Vales do Taquari e Caí participaram das AGO’s (Assembleias Gerais Ordinárias) e AGE’s (Assembleias Gerais Extraordinárias)da Certel Energia e da Certel. Com um público de aproximadamente 1,2 mil pessoas, entre associados e familiares, esta foi a oportunidade de o quadro social acompanhar a prestação de contas das cooperativas referentes ao ano de 2010.
A fim de proporcionar comodidade e segurança aos participantes, uma ampla estrutura foi instalada para atender as mais diversas necessidades. O transporte até o local ocorreu, em sua maioria, por meio de mais de 20 ônibus organizados pelos líderes e vice-líderes de núcleo. No acesso ao pavilhão, colaboradores das cooperativas, acompanhados do mascote Xoquinho, recepcionavam as pessoas identificando-as e entregando uma mochila personalizada, contendo os relatórios e alguns brindes. A fim de recepcionar condignamente o público, associados e familiares foram obsequiados com um lanche logo na chegada, sendo também oferecido chimarrão àqueles que cultivam as tradições gaúchas. Para prevenir eventuais problemas relacionados à saúde dos participantes, uma ambulância e uma equipe da Unimed estiveram no local. Além disso, o público também pôde tirar dúvidas, apresentar sugestões e solicitar melhorias quanto ao fornecimento de energia elétrica em guichê disponível no pavilhão, bem como visualizar o novo caminhão de linha viva, que possibilita a realização de trabalhos em rede energizada, a camionete dos plantões, o Caminhão do Feirão das Lojas Certel e produtos da Certel Artefatos de Cimento.

AGO da Certel Energia

Com início às 9h, a primeira assembleia de caráter ordinário foi a da Certel Energia, que hoje tem mais de 53 mil associados distribuídos em 47 municípios. Através do Relatório da Gestão, a cooperativa apresentou os resultados alcançados no ano que passou. Em 2010, obteve-se uma receita operacional de R$ 87.891.508,45. O crescimento no consumo de energia elétrica foi de 7,88%, significativamente superior ao ano de 2009, de 0,72%, equivalente à média brasileira de 7,8% e superior à da Região Sul do País, de 6,1%. O sistema elétrico da cooperativa possui 5.579,822 quilômetros de redes, com 62.242 postes instalados, dos quais 2.421 ainda são de madeira. A substituição destes por de concreto é uma das prioridades para garantir a continuidade, qualidade e confiabilidade dos serviços de distribuição de energia elétrica.
As sobras do exercício de 2010 da Certel Energia, após amplo debate da assembleia, foram destinadas para capitalização na Certel, para geração de energia elétrica.

Gestão ambiental

A Certel Energia mantém diversos projetos de conservação ambiental, como forma de compensação ambiental em seus empreendimentos, quando da construção de redes elétricas. A supressão de espécies arbóreas nativas para a manutenção de redes e execução das obras determina, anualmente, a necessidade de reposição florestal obrigatória. Em 2010, mais de 75 mil mudas de árvores nativas foram plantadas com este propósito.
O projeto Energia Verde em Harmonia Ambiental encerrou 2010 com a adesão de 39 instituições privadas e públicas, que plantaram mais de 66 mil árvores para neutralizar suas emissões de gases de efeito estufa.

Conselho Fiscal

Como conselheiros fiscais efetivos da Certel Energia para o ano de 2011, foram eleitos e empossados os associados Rainer Büneker (matrícula 18.868), Ademir Dalbosco (m. 18.089) e Renato José Schommer (m. 26.989). Os suplentes são Nelson José Werner (m. 19.336), Paulo Herbert (m. 22.243) e Romeu João Ohlweiler (m. 19.608), para cumprirem mandato de um ano.

AGE da Certel Energia

Na sequência, realizou-se a Assembleia Geral Extraordinária da Certel Energia, que ratificou a decisão da assembleia ordinária quanto à aplicação das sobras na Certel, destinando as mesmas exclusivamente para investimentos em projetos de geração de energia elétrica.

AGO da Certel

Já a Assembleia Geral Ordinária da Certel iniciou às 10h30min. O Relatório da Gestão afirma que a receita operacional da cooperativa, em 2010, foi de R$ 195.366.163,71.

Expansão das Lojas Certel

Com a expansão do setor comercial, a rede encerrou o ano de 2010 com 66 lojas distribuídas em várias regiões do Estado, disponibilizando uma diversificada linha de produtos, como móveis, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, materiais elétrico e de construção. Impulsionado pelo bom desempenho econômico do País, as vendas tiveram uma expansão de 24% em relação ao ano de 2009. Durante 2010, o varejo da Certel focou a sua expansão para a região Sul do Estado, abrindo duas lojas na cidade de Rio Grande e duas na cidade de Pelotas, pelo fato da região Sul receber grandes investimentos de infraestrutura, bem como a construção de navios e plataforma de exploração de petróleo. Polo comercial da região do Vale do Taquari, a cidade de Lajeado foi contemplada com mais uma loja especializada em móveis e eletroeletrônicos. Em Santa Maria, no bairro Camobi, foi instalada a terceira loja da Certel, esta voltada a material de construção. A primeira loja no litoral gaúcho, especializada em eletromóveis e bazar, foi inaugurada em Capão da Canoa.

Geração de energia

Em 2010, a área de geração de energia elétrica da Certel ingressou em um novo cenário. Isto porque a energia gerada pelas Hidrelétricas Salto Forqueta e Boa Vista passou a ser comercializada ao mercado livre. Sendo assim, as hidrelétricas venderam energia para a Certel Energia até maio e julho, respectivamente, e, a partir de então, começaram a comercializar sua geração ao mercado livre. A área de geração, mesmo com somente seis meses no ano, demonstrou sua viabilidade financeira, pois passou a comercializar energia fixa independentemente das chuvas e com tarifas de mercado livre. Passou-se a utilizar o termo energia comercializada, e não mais gerada. Considerando-se seis meses no novo cenário e seis no velho, a energia comercializada foi de 28.556,021 megawatts/hora em 2010. Se não tivesse ocorrido, nos primeiros meses de janeiro, uma verdadeira catástrofe no Rio Forqueta, com chuvas muito intensas que, inclusive, inundaram a casa de máquinas da usina, o que paralisou a geração por um período prolongado, seria possível gerar um número  bem mais significativo de kilowatts/hora ao ano.

CertelNET em mais municípios

Focada sempre na excelência do atendimento a seus associados e usuários, e na qualidade prestada em seus serviços, a CertelNET fechou o ano de 2010 com 10.983 usuários conectados à Internet através de sua rede. Com a expansão de sua estrutura para novos municípios (Boqueirão do Leão, Brochier e Maratá), o provedor chega à marca de 27 cidades, localizadas principalmente na área de atuação da Certel Energia.

Indústria de artefatos de cimento

Com investimento de R$ 3,7 milhões, a cooperativa inaugurou em 2010 a Certel Artefatos de Cimento, empresa controlada que tem a Certel como sócia majoritária. Uma indústria com ampla área que possibilita melhor organização dos processos produtivos e logísticos. Além de continuar industrializando postes de concreto para instalação de redes elétricas, o mix de produtos inclui a fabricação de pisos intertravados, blocos de concreto para construção civil, vigotas, entre outras peças.

Conselho Fiscal

Os novos conselheiros fiscais efetivos da Certel, eleitos e empossados durante a assembleia, são os associados Elário Hunsche (m. 36.536), Daniel Antônio Lazzari (m. 18.423) e Mário Silvério Favaretto (m. 17.586). Os suplentes são Hédio Getúlio Bruchez (m. 10.958), Plinio Caliari (m. 22.375) e Lotário Dickel (m. 12.242).

Viveiro e Lojas de Plantas

O Viveiro de Essências Florestais da Certel comercializou 980 mil mudas de árvores, entre nativas e exóticas, como eucalipto, acácia-negra e pinus, além de frutíferas e plantas ornamentais. Foram doadas 10.215 mudas de árvores, especialmente para a neutralização das emissões de carbono de empresas parceiras e para escolas.
Em 2010, a Certel inaugurou a terceira Loja de Plantas, no Bairro Canabarro, em Teutônia. As lojas disponibilizam mais de 500 itens para atender a comunidade na formação de jardins, pomares e florestas.

AGE da Certel

Além da ratificação da aplicação das sobras da Certel Energia em projetos de geração da Certel, a Assembleia Geral Extraordinária também aprovou uma alteração estatutária, prevista no Edital de Convocação, incluindo uma nova atividade no seu objeto social, na área de educação e desenvolvimento dos associados.

Satisfação

Os associados responderam a uma pesquisa que avaliou o nível de satisfação em relação ao atendimento e à qualidade nos serviços das cooperativas. Confirmando os índices dos anos anteriores, 95,75% dos associados classificam entre muito bom e bom o atendimento da área de energia e 92,09% consideram entre muito bom e bom a qualidade da energia elétrica fornecida pela Certel. As atividades ambientais das cooperativas tiveram a aprovação de 89,60%, e o atendimento das Lojas Certel, de 84,48%.

55 anos

O presidente Egon Édio Hoerlle aproveitou o evento assemblear para homenagear os mais de 53 mil associados pelo 55º aniversário da Certel, transcorrido no dia 19 de fevereiro. “Quando comemoramos orgulhosamente 55 anos de fundação, cumprimentamos cada um dos nossos associados, que exercerem com soberania a postura de quem é o verdadeiro dono da cooperativa”, avalia Hoerlle.

40 anos

Os presidentes das cooperativas Languiru, Dirceu Bayer, e Sicredi Ouro Branco, Silvo Landmeier, e o gerente de Recursos Humanos da Certel, Alexandre Schneider, entregaram uma placa de homenagem aos 40 anos que o presidente da Certel, Egon Édio Hoerlle, completou de gestão frente à cooperativa.
“Completamos, no dia 1º de março, quarenta anos no exercício do honroso cargo de presidente da Certel e dois anos de presidência na nova cooperativa, a Certel Energia. Os resultados alcançados podem ser creditados ao fato de que sempre trabalhamos com honestidade e transparência, propugnando pela permanente modernização da gestão. O êxito alcançado deve-se primordialmente à implantação do Planejamento Estratégico na administração dos negócios, ao empreendedorismo, ao comprometimento e à qualificação profissional de toda a equipe de gestores que foram decisivos para que, no futuro, tenhamos assegurado também um desenvolvimento sustentável. Devemos reconhecer que toda a equipe sempre teve a indispensável dedicação para que a marca Certel atingisse um elevado conceito na sociedade”, enalteceu Hoerlle.

Email

GALERIA DE IMAGENS

NOSSA HISTÓRIA

Uma história de cooperativismo construída por homens idealistas e empreendedores.

RECONHECIMENTO PÚBLICO

A Certel vem recebendo o reconhecimento por sua atuação na gestão dos seus negócios e nas comunidades onde está inserida.

INCENTIVO AO ESPORTE

A Certel estimula a qualidade de vida de seus associados e familiares, promovendo interações interação com as comunidades.

CORAL CERTEL

Constituído por colaboradores da cooperativa, o Coral Certel envolve talentos musicais de todas as áreas.

RSPONSABILIDADE SOCIO AMBIENTAL

A Certel participa de ações sociais, ambientais, educacionais e culturais direcionadas aos associados, familiares e comunidade em geral.

XOQUINHO

O Xoquinho é um grande amigo da garotada e é um dos mascotes mais requisitados para eventos na região.


Certel


Certel - Todos os direitos reservados ® Brivia