Assembleia Legislativa premia o sucesso da cooperação

27 de Janeiro
Hoerlle recebeu homenagem à Certel Energia

Hoerlle recebeu homenagem à Certel Energia


Autoridades e representantes de cooperativas gaúchas lotaram o teatro Dante Barone, da Assembleia Legislativa (AL), nesta quarta-feira, dia 26, no seminário “Cooperativismo: o sucesso da cooperação”. Promovido pelo Gabinete da Presidência da AL, em parceria com o Sistema Ocergs/Sescoop, o evento teve a presença do governador do Estado, Tarso Genro, e agraciou 41 entidades que se destacaram em 2010 na área do cooperativismo. “Hoje é a grande festa da pacificação e da harmonia”, saudou o presidente do Parlamento, deputado Giovani Cherini, cuja gestão teve como lema Cooperação: o Rio Grande acima das diferenças.
Receberam certificados de destaque pelo trabalho desenvolvido em prol do cooperativismo as seguintes entidades: Sicredi Pioneira (cooperativa mais antiga do Brasil), CAAL, Camol, CCGL, CCN, Cecrers, Central Sicredi Sul, Certel Energia, Coagrisol, Condonfarroupilha, Construcia, Coopatrigo, Coopeeb, Coopersocial, Cootravipa, Cootril, Coprel, Cosidra, Cosulati, Cotribá, Cotrijal, Cotripal, Creluz, Facatt, Fecoagro, Fecovinho, Frencoop Farroupilha, Ideau, Imed, Piá, Portal, Sicredi Pioneira, UCS, Unicred Central, Unijui, Unimed Federação, Uniodonto Federação, Unisc, Unisinos, Univates, UPF e URI.
 
Manifestações

Na cerimônia de abertura, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Giovani Cherini, destacou que “sem cooperação não há sociedade” e que 60% dos gaúchos estão de alguma forma ligados ao cooperativismo. “Esta é uma grande contribuição para o futuro do Rio Grande do Sul, para nossos filhos”, disse.
 O governador Tarso Genro iniciou sua manifestação apontando a crise por que passa o processo civilizatório, a partir de promessas não cumpridas do iluminismo democrático. Disse que esse “déficit democrático” não é exclusividade “nossa” e, pelo contrário, “estamos em um momento ascendente”. Conforme Tarso Genro, a cooperação está no cerne dessa questão, por representar uma possível transição tanto para um capitalismo regulado, humano, como para um socialismo realista, democrático, ainda não experimentado. “Ela é uma transição para um futuro pensado pelos homens e mulheres de boa vontade que queiram reorganizar a sociedade em um sistema mais justo, mais democrático”, disse o governador.
Tarso Genro lembrou ainda que o tema terá destaque em seu governo por meio da recém criada Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo. “Vim aqui para dar uma mensagem curta, mas incisiva sobre a visão que o governo do Estado tem sobre o tema da cooperação, tanto é que organizamos uma secretaria para isso”, disse.
O presidente do Sistema Ocergs/Sescoop, Vergilio Perius, elogiou a atuação da Assembleia Legislativa na promoção do cooperativismo. Ele apontou que há 2 milhões de pessoas associadas em cooperativas e mais de 6 milhões de gaúchos ligados à cooperação. “Temos vários segmentos de destaque no cooperativismo gaúcho, como a alta tecnologia e a inclusão social; na saúde temos a construção de sete hospitais. O cooperativismo valoriza o homem do campo e o trabalhador que produzem os alimentos, os produtos e as riquezas do Estado”, apontou. O presidente da Ocergs também destacou o papel das cooperativas na preservação do meio ambiente, na integração do jovem ao mercado de trabalho e na educação.
O presidente do Tribunal de Contas do Estado, João Osório, também manifestou sua identificação com o tema. “A cooperação é tudo, tem que estar em todos os segmentos da sociedade”, disse.
A procuradora-geral de Justiça, Simone Mariano da Rocha, disse que o Ministério Público deseja ser reconhecido como uma instituição transformadora da sociedade, parceira das demais instituições do Estado, e que o que a move é o desejo de transformação da realidade social, com respeito às diferenças. "Temos, portanto, nós, Ministério Público e sistema cooperativista, muitos pontos em comum”, declarou.
Representando o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Leo Lima, o juiz de Direito Pedro Pozza, que preside a Sicredi Ajuris, afirmou que “a maioria dos atos do dia a dia são atos de cooperação. Sou um apaixonado pelo cooperativismo e louvo o trabalho do presidente Cherini por esse ano em que o fez mais forte”, disse.
Também prestigiaram o evento os deputados Miki Breier, Edson Brum, Elemar Sand, Jerônimo Goergen e Gerson Burmann e o secretário estadual  de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Ivar Pavan.
Após as manifestações, houve apresentação de grupos de dança e degustação de produtos coloniais produzidos pelas cooperativas no Vestíbulo Nobre da Assembleia Legislativa.

Motivação

Segundo o presidente da Certel Energia, Egon Édio Hoerlle, o recebimento do Certificado de Destaque do Cooperativismo Gaúcho – Meio Ambiente Protegido, é um importante reconhecimento da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul e da Ocergs. Hoerlle salienta que a cooperativa se sente orgulhosa ao ver suas atividades socioambientais valorizadas em âmbito estadual. “É um grande orgulho, pois nos motiva a agir ainda com mais intensidade em prol da preservação do meio ambiente. Nossas campanhas ambientais iniciaram em 1985, e já conscientizaram várias gerações de que é preciso respeitar a natureza. Agora, com o Projeto Energia Verde em Harmonia Ambiental, já estimulamos 39 instituições, entre empresas e entidades públicas da nossa área de atuação, a neutralizarem suas emissões de gases de efeito estufa. Com o plantio de 66 mil árvores, já foram neutralizadas 13 mil toneladas de carbono”, afirma. A Certel Energia também esteve representada pelo vice-presidente, Erineo José Hennemann, responsável pelo departamento de meio ambiente, Ricardo Jasper, gerente de relações institucionais, Marco Aurélio Weber e assessor de imprensa, Samuel Dickel Bünecker.

Email

GALERIA DE IMAGENS

NOSSA HISTÓRIA

Uma história de cooperativismo construída por homens idealistas e empreendedores.

RECONHECIMENTO PÚBLICO

A Certel vem recebendo o reconhecimento por sua atuação na gestão dos seus negócios e nas comunidades onde está inserida.

INCENTIVO AO ESPORTE

A Certel estimula a qualidade de vida de seus associados e familiares, promovendo interações interação com as comunidades.

CORAL CERTEL

Constituído por colaboradores da cooperativa, o Coral Certel envolve talentos musicais de todas as áreas.

RSPONSABILIDADE SOCIO AMBIENTAL

A Certel participa de ações sociais, ambientais, educacionais e culturais direcionadas aos associados, familiares e comunidade em geral.

XOQUINHO

O Xoquinho é um grande amigo da garotada e é um dos mascotes mais requisitados para eventos na região.


Certel


Certel - Todos os direitos reservados ® Brivia