Rotary Club de Teutônia é pioneiro ao neutralizar emissão de gases poluentes

21 de Janeiro
Rotarianos com direção da cooperativa

Rotarianos com direção da cooperativa


Três empresas da região renovam compromisso com o meio ambiente

O Rotary Club de Teutônia é o primeiro do País a neutralizar sua emissão de gases de efeito estufa, principais causadores do aquecimento global. Através do projeto Energia Verde em Harmonia Ambiental, desenvolvido pela Certel Energia, a entidade plantará 32 árvores para neutralizar 6,16 toneladas de carbono equivalente.
A parceria foi oficializada na manhã de terça-feira, dia 18, no auditório da Certel Energia, em Teutônia, onde o presidente, Ivandro Carlos Rosa, acompanhado por colegas rotarianos, recebeu o Selo Carbono Neutro e o certificado do projeto, entregues pela direção da cooperativa. “É uma satisfação contribuir com o plantio de algumas espécies que serão muito importantes para os nossos filhos e netos. Devemos ter atitudes que influenciem positivamente o futuro das novas gerações”, assinala Ivandro. Em 2010, o Rotary de Teutônia também participou do projeto Revive Boa Vista, por meio de mutirão de limpeza e arborização nas margens do arroio que passa pelo município.
Na mesma ocasião, houve a renovação de contrato com a Sicredi Ouro Branco e a Reinigend Química do Brasil, ambas de Teutônia, e com a Malharia Silva, de Barão, que novamente neutralizarão suas emissões.

Reinigend Química do Brasil

É a terceira vez que a Reinigend Química do Brasil, que industrializa produtos de limpeza, recebe o Selo Carbono Neutro. Agora, 388 árvores serão plantadas para neutralizar 77,35 toneladas de carbono. Segundo o diretor, Renato Lauri Scheffler, a recuperação ambiental se alia ao ganho de imagem da marca. “Os clientes perguntam qual o significado do Selo Carbono Neutro nas notas fiscais, e se impressionam pela preocupação que temos em preservar a natureza. O projeto é importante também por motivar os funcionários que, de diversas maneiras, procuram evitar a poluição”, afirma, acrescentando que as catástrofes ambientais registradas no Brasil e em todo o mundo são um sinal de que a natureza pede socorro.

Sicredi Ouro Branco

“Neste primeiro ano de caminhada que se passou, percebemos especialmente a conscientização das equipes que trabalham na Sicredi, que efetivamente se engajaram no projeto”. A afirmação é do superintendente regional da Sicredi Ouro Branco, Neori Ernani Abbel que, juntamente com o presidente, Silvo Landmeier, recebeu o selo pela segunda vez. Conforme o superintendente, o projeto desperta para a realidade de que é preciso preservar. “Dentro de nossas operações diárias, a Sicredi tem feito isso, desde o reaproveitamento de papel, utilização de luz solar e economia de energia elétrica. É necessário respeitar muito mais o lugar em que vivemos. Projetos como o Energia Verde mostram que é possível viver em harmonia com o meio ambiente”, ressalta Abbel. Nesta segunda participação, a Sicredi plantará 586 árvores para neutralizar 116,93 toneladas de gases.

Malharia Silva

Já a Malharia Silva, de Barão, que também recebeu o selo pela terceira vez, plantará 80 árvores para neutralizar 15,77 toneladas de carbono equivalente. “Estamos procurando fazer a nossa parte. Paralelamente, captamos água da chuva, usamos retalhos de madeira na caldeira, reciclamos retalhos de malha e plástico e realizamos o tratamento biológico de esgoto doméstico por zona de raízes”, sublinha o gerente de produção, Luiz Carlos de Souza.
Distribuídos pelo Brasil, os clientes também já se manifestaram surpresos pela responsabilidade ambiental da malharia. “Como já usávamos o selo nas etiquetas da marca Use Tricot e Mix Tricot, e agora também incluímos na Kardiê, grande parte da nossa clientela vê que estamos comprometidos com a preservação do meio ambiente. Na próxima convenção, queremos realizar um trabalho junto aos nossos representantes para que, cada vez mais, levem o bom exemplo desta iniciativa e ajudem a divulgar, por todo o País, tudo que estiver relacionado à recuperação da natureza”, assegura o gerente.

Próximas gerações

O engenheiro agrônomo Ricardo Jasper, responsável pelo departamento de meio ambiente da Certel Energia, diz que o projeto já conta com 39 entidades, entre privadas e públicas, e, com estas novas adesões, o plantio de aproximadamente 66 mil árvores já neutralizou mais de 13 toneladas de carbono equivalente. O vice-presidente, Erineo José Hennemann, destacou que o projeto simboliza uma semente que está germinando e que dará bons frutos para as próximas gerações.

Email

GALERIA DE IMAGENS

NOSSA HISTÓRIA

Uma história de cooperativismo construída por homens idealistas e empreendedores.

RECONHECIMENTO PÚBLICO

A Certel vem recebendo o reconhecimento por sua atuação na gestão dos seus negócios e nas comunidades onde está inserida.

INCENTIVO AO ESPORTE

A Certel estimula a qualidade de vida de seus associados e familiares, promovendo interações interação com as comunidades.

CORAL CERTEL

Constituído por colaboradores da cooperativa, o Coral Certel envolve talentos musicais de todas as áreas.

RSPONSABILIDADE SOCIO AMBIENTAL

A Certel participa de ações sociais, ambientais, educacionais e culturais direcionadas aos associados, familiares e comunidade em geral.

XOQUINHO

O Xoquinho é um grande amigo da garotada e é um dos mascotes mais requisitados para eventos na região.


Certel


Certel - Todos os direitos reservados ® Brivia